Quem somos?

Sócio Fundador - Especialista

Alberto Gonçalves Neto é formado em Administração de Empresas com MBA em Finanças Corporativas pela FGV/RJ – 2001, sócio fundador da AGN Consultoria e Negócios Ltda, Consultor de empresas, Professor universitário há mais de 20 anos e há 6 anos leciona para os cursos de Pós Graduação Lato Sensu, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo,

matérias como Empreendedorismo, Finanças Corporativas, Planejamento e Controle Financeiro das empresas, entre outras. ​

 

Foi Disseminador da aceleradora Inovativa Brasil em 2020 e atualmente é: Mentor para vertical foodtech da SP Conecta (InvesteSP), sendo premiado como mentor TOP 10 em 2020. Em 2019 e 2020 foi Co-curador para vertical foodtech do SPTW 2019 e 2020, 

 

Desde 2012 está inserido no segmento de alimentos orgânicos e saudáveis através da criação de uma Startup deste segmento. Em 2017 uma lançou a Pick’n Green, linha de alimentos também orgânicos e saudáveis.

Premiações: Esta Startup conquistou a nona colocação em uma etapa do Acelera Startup da FIESP, SP e foi TOP 5 Food, no programa 100 Open Startups, em 2018.

Em 2018 vendeu a operação Startup e licenciou a marca Pick'n Green, focando apenas na AGN Consultoria e Negócios, fundada há mais de 11 anos.

 

Pela sua experiência neste segmento, já foi citado em matérias de alguns veículos de comunicação como: Valor Econômico, Estadão, GQ, Pequenas Empresas Grandes Negócios, VejaSP, entre outros.

Palestrante: Convidado para palestrar em vários eventos em São Paulo e Rio de Janeiro.

unnamed.jpg

Imprensa

1

Valor Econômico

“De acordo com Alberto Gonçalves Neto, sócio da AGN Consultoria e Negócios, dedicada ao setor de alimentos, o mercado de produtos à base de vegetais é impulsionado pelos hábitos mais saudáveis das gerações mais novas, que também tem influenciado os pais a reduzir o consumo de carne.”

2

Revista GQ

“Alberto Gonçalves Neto, uma das maiores refências na distribuição de alimentos orgânicos no Brasil.”

3

Revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios

“Os hábitos estão mudando e a demanda reprimida é muito grande.”